Cotidiano

Um pequeno desabafo sobre blogs

Luíza Alves / / Nenhum comentário
Cotidiano

Um pequeno desabafo sobre blogs

Luíza Alves / / Nenhum comentário

Esta foi uma das fotos do nosso primeiro ensaio fotográfico, o pontapé inicial de tudo isso que vocês vão ler… Coloquei no início do post justamente para lembrar de como éramos e mostrar como evoluímos.

Em primeiro lugar esse é um post de reinício e logo vocês saberão o porquê. Pensei por muito tempo em compartilhar algo assim e desisti todas as vezes por medo de julgamento, inclusive da minha própria irmã, com quem dividi a experiência do blog por quase 5 anos. Sim, dia primeiro de agosto o Cadê Meu Chapéu completa 5 anos e é sobre essa trajetória que quero escrever um pouco hoje.

Nós começamos o blog para falar de paixões em comum de uma forma nossa. Crescemos e aprendemos muito, o que fica claro se você comparar as postagens e fotos lá do início com as atuais. Fomos nos aperfeiçoando para levar ao público que nos acompanha conteúdo de qualidade aliado a uma estética agradável e atual.

Passamos por várias fases, ciclos, e como todos sabem, ciclos tem início, meio e fim… Agora sigo sozinha, com alguns parceiros é claro, na jornada do blog. Minha irmã optou por outros caminhos e por motivos pessoais não é mais colaboradora aqui do Cadê Meu Chapéu.

Não é fácil trabalhar com mídias digitais, muito menos ser levada a sério pelas pessoas fora do mundo virtual quando contei a respeito. Falar com pessoas sobre isso já me rendeu alguns olhares de desprezo e até de deboche. Para ser blogueira, na cabeça da maioria das pessoas, o pré requisito é ser rica e influente, caso contrário você é apenas alvo de piadas.

Há quem pense que ter um blog é uma tarefa fácil. Ninguém pensa nas horas de pesquisa para montar um texto com informações precisas, ou o tempo que leva produzir as “imagens perfeitas”. Já houveram publicações por aqui em que só nas imagens foram gastos 7 dias de trabalho, isso tudo claro sem contar o tempo entre ideia e execução de cada postagem. Acrescente a conta o fato de sermos pessoas reais, que não vivem só de internet mas que tem ainda responsabilidades com emprego, faculdade, relacionamentos, hobbies…

Assumo que, em alguns momentos simplesmente deixei o blog de lado. Foi uma mistura de desânimo com a falta de números como resposta ao que publicamos. Ah, os números… Ao longo desses 5 anos percebemos como a cada dia a internet se tornou mais sobre eles do que sobre conteúdo propriamente dito e isso acabou “esfriando” a relação que tínhamos com o Cadê Meu Chapéu. Se uma publicação não gera números, sejam eles de acessos, comentários ou compartilhamentos, você não monetiza o blog e, sejamos sinceros, manter tudo por aqui tem sim o seu custo (hospedagem, domínio, layout…), custo este que nem sempre podia arcar tirando do meu salário.

Junte tudo isso ao fato de que as pessoas hoje em dia parecem ter desenvolvido uma certa “preguiça de ler”. Eu pessoalmente, sinto sim muito prazer ainda em acompanhar blogs, ler o conteúdo, ver as imagens… Mas a maioria das pessoas quer vídeo, quer áudio, tudo que diminua o esforço mas que não necessariamente tenha mais conteúdo.

Evolução do layout nos 5 anos de blog.

Eu tive certeza de que não estou sozinha nesse sentimento ao assistir este vídeo (sim, eu acompanho blogs mas não deixo de ver conteúdos em outras redes também)  da Bruna Vieira, do blog Depois dos Quinze, onde ela fala tudo sobre este mesmo assunto. São coisas que parecem ter saído da minha cabeça e que me inspiraram a desabafar aqui.

Blogs podem não ser a última moda, podem não ser o que está super em alta, mas não deixaram de ter o seu valor, tanto para quem escreve, quanto para quem cresceu os acompanhando. E quando falo de valor, não é só sentimental, os blogs tem se atualizado e criado conteúdos cada vez mais incríveis e não ficam para trás em meio a tantas opções para aquisição de informações.

Onde eu quero chegar com tudo isso, com todas essas informações? Bom, eu só queria dizer que eu não desisti. Pode ser que chegue o dia em que eu perca a vergonha e decida produzir vídeos para o youtube, ou que eu crie um podcast ou similar para falar dos assuntos que eu e vocês gostamos, mas o blog, o Cadê Meu Chapéu, é como um filho e mesmo que sozinha estarei aqui cuidando dele, trazendo conteúdo novo, escrevendo, às vezes desabafando se necessário, mas mantendo essa paixão sempre viva.

Obrigada a cada um que nos acompanhou até aqui, de verdade! E aos que estão chegando pela primeira vez: sejam bem vindos, voltem sempre para acompanhar as novidades, pois o futuro do blog está só começando!

E vamos comemorar, porque 5 anos não são 5 dias não… Como não poderia deixar de ser, vai ter festa sim! Dia 12 de agosto de 2017, no Lanterna Lounge Bar, teremos uma edição mais do que especial da nossa festa de aniversário, a God Save The Queen. Vamos celebrar tudo o que aconteceu até aqui e abrir alas para o que ainda virá numa super balada temática fashion ao som de super Dj’s!

Para quem quiser saber mais sobre o evento e até mesmo sobre o cotidiano do blog e novas postagens, é só ficar ligado nas nossas redes sociais. Atualizarei cada vez, principalmente mais nosso Instagram, nossa Fã Page e nosso Twitter.

Quer conhecer todas as redes do blog? Nas barras superior e lateral aqui do blog tem os links; é só clicar nos ícones e acompanhar tudo por lá também!

Beijos,

Lu

Previous Story
Next Story

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply