Cultura, Leitura

Resenha: Tudo Por Nós Dois

Luma Nunes / / Nenhum comentário
Cultura, Leitura

Resenha: Tudo Por Nós Dois

Luma Nunes / / Nenhum comentário

tudo por nós dois

Fala galera! Hoje trouxe para vocês uma resenha interessantíssima. Tudo Por Nós Dois é o #3 da trilogia Bad Boys, por isso se você não quer pegar um eventual spoiler pare de ler já! Mas se você está curioso(a), leia as resenhas que fiz de Louca por Você aqui e Só Depende de Mim aqui.

 

81437Rb3g7L._SL1500_  Título: Tudo Por Nós Dois (Everything For Us)

 Sequência de: Só Depende de Mim

 Número de páginas: 347

 Escritora: M. Leighton

 Editora: Record

 Gênero: New Adult

Minha nota: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

 

Diferente dos outros dois livros da trilogia, Só Depende de Mim não é focado em Olivia e Cash e sim em Marissa e Nash <3 e confesso que foi o meu livro favorito. Esse, na verdade, é um daqueles casos em que os personagens secundários conseguem te conquistar mais que os principais.

 

O problema é que eu simplesmente não consigo encontrar uma razão para me importar. [pág. 29]

 

Nos livros anteriores, Marissa e Nash se esgueiram pela história, sem chamar muita atenção. Dessa vez, a patricinha vê sua vida virar de cabeça pra baixo depois de ser sequestrada ao ser confundida com a prima Olivia e quem a resgata é o sexy e enigmático Nash. Marissa se vê presa a esse homem rude, mas cheio de paixão e fará o que for possível para lhe dar a tal sonhada justiça… ou seria vingança?

Untitled design (3)

O Nash foi um personagem que me surpreendeu de um jeito totalmente delicioso. Só de ele ter cabelo cumprido e barba, já é maravilhoso, mas ele tem um jeitão, sabe!? O Cash sempre descrevia o irmão como certinho e de repente vê ele desenvolvendo essa personalidade selvagem na minha frente, foi incrível. Como passou muito tempo isolado no mar, ele não sabe controlar a boca e está sempre dizendo as coisas que ninguém tem coragem de dizer. E ainda tem o fato de ele querer vingar a morte da mãe, muito leal!

 

Adoro tudo o que ele representa. Ele é rebeldia. E liberdade. Uma especie de resgate. Eu só não sabia , até pouco tempo atrás, que precisava ser resgatada. [pág. 34]

 

Fiquei com dó da Marissa e gostei muito dela também (bem mais do que da fresca da Olivia). Nos livros anteriores ela apareceu bem pouco, sempre como uma megera, mas então se mostrou surpreendemente doce e justa. Analisando o modo como foi criada e o trauma de ser sequestrada, deu pra entender sua mudança de atitude, só não gostei de ver ela se diminuindo várias vezes, mas gostei bastante do jeito meigo dela.

Untitled design (4)

O livro não é meu favorito, mas valeu a pena a leitura, afinal sou uma romântica incurável <3 Me inspirei bastante, principalmente porque os personagens começam conhecer mais de si mesmos no decorrer no livro. Descobrir seus reais valores e pelo o que vale a pena lutar é sempre inspirador, se tiver uma pitada de romance, melhor ainda!

 

Vocês já conheciam essa trilogia? E ai, abriria mão da sua vida para viver um grande amor?

Beijos e até a próxima!

 

Previous Story
Next Story

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply